O governador eleito de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), cancelou a ida à posse do presidente eleito, Jair Bolsonaro (PSL), nesta terça-feira (1º) em Brasília.

A assessoria de Zema, que também tomará posse no 1º dia do ano pela manhã, afirmou que não vai a capital federal por não ter disponibilidade de voo de carreira para Brasília em horário compatível e após a solenidade de abertura da nova gestão estadual. A posse em Minas está prevista para ser encerrada às 12h.

Ainda de acordo com a assessoria, Zema enviou comunicado a Bolsonaro “explicando que a campanha foi pautada na austeridade e no corte de mordomias, como à força aérea à disposição do atual governador, e seria uma incongruência já nas primeiras horas de mandato fazer uso dessa estrutura cara e que será cortada, como uma das primeiras medidas de contenção de despesas do governo eleito”.

 

Fonte: G1

Imgem: Google