A Confederação Sul-Americana de Futebol (Conmebol) adiou novamente o jogo entre Cruzeiro e Deportivo Lara-VEN, pela segunda rodada do Grupo B da Copa Libertadores. A partida estava marcada inicialmente para esta quarta-feira, às 19h15, no Mineirão, chegou a ser remarcada para a noite desta quinta e agora será realizada em nova data, ainda a ser definida. A decisão foi tomada pelo brasileiro Frederico Nantes, diretor de competições da entidade. 

Ainda não é oficial, mas a tendência é que a partida seja realizada no dia 27 de março (quarta-feira), por se tratar de uma semana com datas Fifa e jogos de seleções. O Brasil enfrentará a República Tcheca no dia 26. A definição do horário ainda depende da negociação com a emissora detentora dos direitos de transmissão da Copa Libertadores. Na quarta-feira que vem, dia 20, o Cruzeiro já tem compromisso contra a Caldense pela 11ª rodada da fase de classificação do Campeonato Mineiro, o que impediu a remarcação para essa data.

Como o duelo contra o Deportivo Lara não será realizado nesta quinta-feira, a Federação Mineira de Futebol não adiará mais a partida entre Cruzeiro e Tupi. O jogo pela 10ª rodada será realizado no sábado (16), às 16h, no estádio Mário Helênio, em Juiz de Fora.  
O Deportivo Lara iniciou sua saga na segunda-feira, em viagem de ônibus de Barquisimeto, onde se prepara para os jogos, até Valencia, a 210 quilômetros de distância. O trecho foi percorrido em duas horas e meia. A expectativa da delegação era sair da concentração às 11h e embarcar ao Brasil às 14h. A aeronave da empresa Turpial Airlines pousaria no Aeroporto de Manaus às 16h30 para abastecimento. Em seguida, às 17h, seguiria rumo a Confins, com chegada prevista para 21h.
 
Sem sucesso desse planejamento, o Deportivo Lara projetou novo itinerário e pediu o adiamento da partida. A Conmebol, então, marcou o duelo para a noite desta quinta-feira, também no Mineirão. O clube venezuelano embarcaria na noite de terça-feira rumo a Belo Horizonte e tinha chegada prevista à capital mineira para a manhã desta quarta. Porém, por volta de 9h30, o Twitter oficial do clube publicou um vídeo mostrando toda a delegação tomando café da manhã em um hotel na cidade de Valencia. Desde então, não há novas informações da programação dos venezuelanos.
 
Além da crise interna na Venezuela, um problema de logística impediu o deslocamento do Deportivo Lara. A empresa Turpial Airlines não tem autorização da Agência Nacional de Aviação Civil (ANAC) para entrar no Brasil. Por conta do impasse, o Deportivo Lara tentou um acordo para fretar uma aeronave da companhia brasileira Gol Linhas Aéreas. Essa hipótese também acabou descartada, já que a autorização necessária para a empresa entrar no espaço aéreo venezuelano dependia de solicitação com maior antecedência. 
 

Fonte: Conmebol
Foto: Conmebol/Divulgação