A partir desta sexta-feira (18), praças e prédios históricos vão receber 108 filmes (28 longas, 2 médias e 78 curtas-metragens). As sessões fazem parte da Mostra de Cinema de Tiradentes que chega a sua 22ª edição. Este ano, o tema é “Corpos Adiante”, que traz para o debate o papel do corpo como potência política e social.

A atriz e dramaturga mineira Grace Passô, é a homenageada desta edição. Nome de referência no teatro brasileiro, ela também tem feito incursões pelo cinema. “Vaga Carne”, média-metragem dirigido por Grace em parceria com Ricardo Alves Jr, estreia no festival. O público também vai poder conferir, “Temporada”, de André Novais Oliveira, e “Elon não Acredita na Morte”, também de Ricardo Alves Jr, e a performance teatral “Grão da Imagem”.

Sete seções temáticas farão parte dos nove dias de programação (Aurora, Olhos Livres, Homenagem, Corpos Adiante, Praça, Mostrinha e Valores). Produções de Minas Gerais, rio de Janeiro, São Paulo, Ceará, Bahia, Acre, Pernambuco e Paraíba.

Filmes inovadores e provocativos têm papel de destaque na mostra. “A Rosa Azul de Novalis” (SP), de Gustavo Vinagre e Rodrigo Carneiro; “A Rainha Nzinga Chegou” (MG), de Junia Torres e Isabel Casimira; “Tremor Iê” (CE) são alguns deles

Outros destaques são “Bando, um Filme de” (BA), de Thiago Gomes e Lázaro Ramos; Daniel” (RJ), de Daniel Gonçalves, e “Para’í” (SP), de Vinicius Toro.

A Mostra de Cinema de Tiradentes também conta com 10 oficinas ligadas ao audiovisual. Assim como as exibições, elas são gratuitas.

A programação vai até o dia 26 de janeiro. Outras informações aqui.

 

Fonte: G1

Imagem: G1