21 de setembro de 2018

SES-MG reforça a importância de crianças e gestantes se vacinarem contra a gripe

Em Minas Gerais, a cobertura vacinal para as crianças ainda está em 64% e das gestantes em 66%. Meta é atingir 90%

Por Redação Bem Minas

Publicado as 08/06/2018 09:50:24

A Campanha de Vacinação contra a gripe, iniciada em 23 de abril, foi prorrogada pelo Ministério da Saúde até o dia 15 de junho. A meta é vacinar 90% do público prioritário, o que representa cerca 5 milhões de pessoas.

De acordo com a coordenadora de Imunização da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), Eva Lídia Arcoverde, a decisão pela prorrogação deve-se aos impactos da paralisação dos caminhoneiros.

“Devido à falta de combustível, muitas esquipes de saúde não puderam se deslocar para realizar a vacinação em pessoas acamadas e da zona rural. Além disso, a população também ficou impossibilitada de ir até as Unidades Básicas de Saúde. Por isso, foi decidida, em reunião realizada em Brasília, que contou com a participação de representantes da União, dos Estados e dos municípios, a extensão do período da campanha”, explica Eva Lídia Arcoverde.

Cobertura Vacinal

Conforme dados do Sistema de Informações do Programa Nacional de Imunização (SIPNI), até o momento, a cobertura vacinal em Minas Gerais está em 80,5%. A coordenadora de imunização, no entanto, destaca que ainda não se pode considerar esse número como sendo positivo.

“Considerando-se que a campanha deveria ter se encerrado no dia 1° de junho e ainda não alcançamos a meta de 90%, é preciso reforçar o chamado para que as pessoas integrantes do público-alvo prioritário e que ainda não tenham se vacinado, compareçam à Unidade Básica de Saúde mais próxima para que possam se imunizar contra a gripe”, destaca Eva Lídia Arcoverde.

Dentre os públicos prioritários, crianças e gestantes são os grupos que apresentam, até o momento, coberturas mais baixas. “A cobertura para as crianças ainda é de 64% e, para as gestantes, de 66%. E é importante lembrar que nós estamos justamente no período em que há uma grande circulação do vírus da gripe e, inclusive, observamos um aumento no número de casos e de óbitos. Por isso, é fundamental que essas pessoas sejam imunizadas e se protejam da doença”, explica Eva.

Público-alvo prioritário

Devem se vacinar contra a gripe pessoas a partir de 60 anos, crianças de seis meses a menores de cinco anos (quatro anos, 11 meses e 29 dias), trabalhadores de saúde, povos indígenas aldeados, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), professores da rede pública e privada de ensino, pessoas privadas de liberdade – o que inclui adolescentes e jovens de 12 a 21 anos em medidas socioeducativas - e os funcionários do sistema prisional. As pessoas com doenças crônicas não transmissíveis - grupo que inclui pessoas com deficiências específicas - também devem se vacinar.

Gripe em Minas Gerais

São três os principais vírus da gripe em circulação no país: o influenza A/H1N1, o influenza A/H3N2 e uma variante do influenza B.
Até o momento, Minas Gerais registrou 81 casos de influenza e 11 óbitos.

É importante reforçar que a vacina disponibilizada Sistema Único de Saúde (SUS) é trivalente e protege contra esses três principais vírus da Influenza.

Outras informações estão disponíveis em: www.saude.mg.gov.br/gripe.

 

Fonte: Agência Minas

Imagem: Google 


Comentários

© Copyright 2018. Portal Bem Minas.