23 de outubro de 2018

Prefeitura de Ribeirão das Neves demite 20 médicos por telefone

UPA de Justinópolis fica sem atendimentos de urgência e emergência

Por Redação Bem Minas

Publicado as 02/10/2018 19:00:25

Nesta segunda-feira (1), os moradores de Ribeirão das Neves amanheceram com uma opção a menos de atendimento médico. A Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Acrízio Menezes, em Justinópolis, distrito daquela cidade da Grande BH, começou a semana sem médicos de cirurgia e ortopedia, serviços de urgência e emergência. Ao menos 20 profissionais foram demitidos de forma surpreendente, por telefone, pela prefeitura.

Portanto, já a partir desta segunda-feira, a população não conta com serviços básicos de cirurgia e ortopedia, profissionais responsáveis, por exemplo, por atender pacientes que se envolverem em acidentes automobilísticos. “Já fizemos reuniões, já cobramos respostas, mas até agora nada foi feito. Já estamos em contato com um advogado que nos representará contra a Prefeitura, pois, formalmente, ainda estamos contratados, não assinamos nada e ainda temos que receber o nosso acerto”, completa a médica.

A Prefeitura Municipal de Ribeirão das Neves, através da Secretaria Municipal de Saúde, informou que “está sendo realizado um processo de requalificação nos atendimentos de ortopedia e cirurgia na Unidade de Pronto Atendimento – UPA Acrízio Menezes com o objetivo de promover uma assistência pontual e precisa. A gestão está trabalhando de forma incisiva para que não haja o desabastecimento dos atendimentos”.

O Sindicato dos Médicos de Minas Gerais (Sinmed-MG) emitiu uma nota de repúdio. A entidade diz que “repudia tais ações, ilegais e desastrosas já ocorridas em passado recente no mesmo município”. O órgão ainda explica que “É vedado ao médico, assumir emprego, cargo ou função para suceder médico demitido ou afastado em represália à atitude de defesa de movimentos legítimos da categoria”.

 

Fonte: BhAZ

Imagem: Google 


Comentários

© Copyright 2018. Portal Bem Minas.