11 de dezembro de 2018

Há 16 dias das eleições, Pimentel dá ‘pedalada fiscal’ de R$ 910 milhões

O valor é proveniente da antecipação do pagamento de ICMS de novembro e dezembro pela Cemig, há 16 dias da eleição

Por Redação Bem Minas

Publicado as 22/09/2018 14:22:48

Segundo a reportagem da UOl, Fernando Pimentel engrossou os cofres públicos de Minas com cerca de R$ 910 milhões graças à antecipação do pagamento de ICMS de novembro e dezembro pela Cemig, há 16 dias da eleição.

A estatal energética será ressarcida da antecipação com um desconto no pagamento restante de 25% do imposto, segundo o decreto do petista.

Segundo a Cemig, o decreto não antecipa recursos de 2019 da companhia e que não haverá impactos financeiros para a empresa e os consumidores.

O advogado Sebastião Ventura, em entrevista a UOL,  chamou a iniciativa de Pimentel de “pedalada fiscal clássica”. A medida também foi criticada por Antonio Anastasia, rival do petista na disputa pelo governo mineiro.

“Não bastasse a irresponsabilidade pela qual governou Minas Gerais nos últimos anos, agora Pimentel manobra estatais para buscar antecipar receita que [nem] sequer se sabe se será gerada”, afirmou o tucano.

 

Fonte: O Antagonista 

Imagem: Google 


Comentários

© Copyright 2018. Portal Bem Minas.