Pesquisar

Lula em Minas: cidades, programa energético e ausência de Zema

A viagem tem como objetivo se reunir com a militância do estado e participar dos lançamentos de pré-candidaturas.
Lula visita Minas Gerais. Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
Fernando Frazão/Agência Brasil

Nesta quinta-feira (27), o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) desembarca em Minas Gerais. De acordo com o Executivo, Lula deve cumprir uma série de agendas em Contagem, Juiz de Fora e na capital, Belo Horizonte.

A viagem tem como objetivo se reunir com a militância do estado e participar dos lançamentos de pré-candidaturas. Esta será a primeira vez que o presidente realizará atos abertos, desde sua posse, com a presença de admiradores e representantes de movimentos sociais.

Em Contagem e Juiz de Fora, as prefeitas do Partido dos Trabalhadores, Marília Campos e Margarida Salomão, são pré-candidatas à reeleição. Nas demais cidades, o PT apresentará seus próprios candidatos para a disputa eleitoral.

Em Contagem, Lula deve visitar a nova via, com aproximadamente 4,5 quilômetros, que será uma importante ligação entre o bairro Praia e a Avenida João César Oliveira, uma das principais da cidade.

A obra, destacada pela prefeitura como uma das principais intervenções viárias do município, visa reduzir o fluxo de veículos no centro histórico de Contagem e tem previsão de conclusão para 2025. Está prevista a montagem de um palco e a realização de um discurso durante a visita.

Belo Horizonte foi incluída mais tarde no roteiro. De acordo com o Executivo, na sexta-feira (28), Lula estará na capital para oficializar um acordo de cooperação focado nos setores de energia e mineração. Às 15h, o presidente vai para Juiz de Fora, onde fará a inauguração do viaduto Roza Cabinda.

Lula não deve se encontrar com Zema

Na segunda-feira (24), durante um café com jornalistas, o governador de Minas Gerais, Romeu Zema (Novo), expressou surpresa ao saber da visita de Lula ao estado e mencionou que não havia sido convidado para os eventos presidenciais. Em resposta, o governo federal esclareceu que os convites ainda não haviam sido enviados.

Nesta quarta-feira (26), Zema confirmou que não participará das agendas de Lula em Minas Gerais na quinta e sexta-feira. A assessoria do governador informou que ele já tinha compromissos agendados em cidades do norte do estado, como Montes Claros, onde participará da abertura do evento de agronegócio Expomontes.

Em março deste ano, durante a segunda visita de Lula a Minas Gerais em seu terceiro mandato, Zema e o presidente fizeram gestos de aproximação. Essa foi a última vez que Zema participou de uma agenda oficial com Lula no estado.

Transição Energética

Durante a visita do presidente, o ministro de Minas e Energia, Alexandre Silveira (PSD-MG), revelou que serão anunciados programas voltados para a transição energética, energia solar e outras fontes renováveis.

“Vamos receber o presidente Lula, quinta-feira em Contagem, para lançar o circuito da transição energética em Minas Gerais. Sexta-feira, em Belo Horizonte e Juiz de Fora, vamos anunciar energias renováveis no Norte de Minas”, disse Silveira em vídeo disponível em suas redes sociais.

Lula em Minas 

A visita mais recente de Lula a Minas Gerais aconteceu no final de abril, quando o presidente participou da inauguração da nova planta de produção de insulina da farmacêutica Biomm, localizada em Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte. Anteriormente, Lula esteve na abertura de uma fábrica de fertilizantes na Serra do Salitre. Em março, ele visitou Belo Horizonte para anunciar novos investimentos no estado.

Compartilhe nas suas redes sociais:

Lorena Cordeiro

Lorena Cordeiro

Jornalista e mestre em Comunicação pela Universidade Federal de Ouro Preto – UFOP. Repórter no Portal Bem Minas desde 2020 nas editorias Meio Ambiente, Mineração e Energias Renováveis.

Mais artigos de Lorena