Pesquisar

Evento da Abracom destacou a relevância da comunicação na era da IA

Realizado na sede da Hotmart, com o apoio da Plotacad e Primacor, o evento reuniu especialistas do campo da inteligência artificial
Seminário Abracom sobre Comunicação na era da IA
Lorena Cordeiro

Na última terça-feira (11), ocorreu o 8º Seminário Abracom/MG – A Relevância da Comunicação na Era da IA. O evento abordou as inúmeras possibilidades que a tecnologia oferece para a comunicação, apresentando palestras que proporcionaram uma imersão profunda no universo da inteligência artificial (IA).

Realizado na sede da Hotmart, com o apoio da Plotacad e Primacor, o evento reuniu especialistas do campo da inteligência artificial. A professora Lucia Santaella, autora de mais de 50 livros e vencedora de quatro prêmios Jabuti, abordou as diversas tecnologias da informação e seu impacto em nosso cotidiano.

“Há quem diga que a IA não é inteligente, contudo, ela é bastante inteligente, e é alimentada por nós mesmos, por conteúdos que o humano insere nela. A IA mudou e continua mudando e está presente em nossas vidas. Nem diversos humanos juntos poderiam classificar o número enorme de dados que a IA faz em frações de segundo”, disse Santaella. 

A professora destacou diversas mudanças nesta tecnologia, incluindo a distinção entre IA preditiva e IA generativa.

“A IA preditiva ingere um grande volume de dados de diferentes fontes. Infelizmente, muitos desses dados vêm do Norte do mundo, o que resulta em vieses humanos, já que os dados são humanos. Os algoritmos de aprendizagem de máquina analisam esses dados em busca de tendências e padrões. Dessa forma, a IA preditiva utiliza algoritmos para detectar relações e padrões em eventos passados e antecipar possíveis ações”, explicou.

“Já a IA generativa cria conteúdo novo, como músicas, imagens e textos. Embora também utilize o aprendizado de máquina, ela segue preceitos diferentes. A generativa não se limita a tarefas repetitivas; ela também atua no campo criativo. Seu funcionamento capacita a criação de simulações das capacidades semióticas do humano, com base na rede neural chamada transformer”, completou.

A professora também citou o exemplo do Chat GPT para explicar como a IA generativa se tornou tão popular e passou a ser utilizada não apenas por especialistas da área, mas também pela população em geral.

“A IA generativa, como o Chat GPT, está sendo usada explicita ou implicitamente por diversos profissionais e estudantes. Enquanto a preditiva está reservada aos desenvolvedores para entrega das corporações, a generativa caiu direto no colo de qualquer ser humano que disponha de um computador minimamente equipado”, finalizou.

No evento, também marcou presença Miguel Fernandes, Chief Artificial Intelligence Officer da Exame Expertises, Tecnologia e Inovação. Com 20 anos de experiência no setor, ele é conselheiro e investidor de startups de IA nos EUA, Índia, Portugal e Israel, e atualmente coordena cursos de IA para negócios no Brasil. Durante o seminário, ele abordou diversas ferramentas de IA que já incorporou em sua vida.

Além disso, estiveram presentes no evento João Gino, CTO da Dialog, plataforma líder em comunicação interna e engajamento de colaboradores no Brasil, e Alexandre Abramo, diretor de Desenvolvimento de Mercado na Hotmart, uma empresa global de tecnologia focada na Creator Economy.

As palestras buscaram destacar que a IA, além de ser um avanço inevitável, deve ser considerada uma aliada crucial no campo tecnológico. O evento também ressaltou a importância de os profissionais permanecerem atentos à aplicabilidade de uma ferramenta em constante evolução, que amplia e democratiza o acesso à informação.

Abracom

A Associação Brasileira das Agências de Comunicação – Abracom é a entidade representativa das empresas que prestam serviços de gestão de relacionamentos estratégicos de comunicação. A Abracom tem atualmente associados em 22 Estados e no Distrito Federal, que atuam nas áreas de diagnóstico e planejamento de comunicação e relacionamento com públicos estratégicos, como imprensa, investidores, governos, organizações não governamentais, funcionários, colaboradores e fornecedores utilizando ferramentas das relações públicas.

Compartilhe nas suas redes sociais:

Lorena Cordeiro

Lorena Cordeiro

Jornalista e mestre em Comunicação pela Universidade Federal de Ouro Preto – UFOP. Repórter no Portal Bem Minas desde 2020 nas editorias Meio Ambiente, Mineração e Energias Renováveis.

Mais artigos de Lorena