Pesquisar

Dia Livre de Impostos terá venda de itens alimentícios com redução de até 50% do valor

Além de alguns itens da cesta básica, serão comercializados produtos como vinho argentino, azeite português, carnes, chocolates e fralda descartável
CDL BH/Reprodução internet

Foto: CDL BH/Reprodução Internet

O Apoio Mineiro – unidade do bairro Horto, em Belo Horizonte, irá comercializar, nesta quinta-feira, dia 6 de junho, 26 itens sem a incidência de carga tributária no Dia Livre de Impostos – DLI. Na ação, serão vendidos, sem impostos, produtos de cesta básica como arroz, feijão, pó de café e sal, além de vinhos argentinos, azeite português, fralda descartável e chocolates. Em alguns produtos, a redução do valor pode chegar a quase 50% do praticado habitualmente.

As vendas terão início às 11h30 e seguirão conforme a durabilidade do estoque de produtos. O acesso à loja será por ordem de chegada, com distribuição de senha, mediante ordem da fila. Serão aceitos todos os tipos de pagamento: cartões de crédito e débito, dinheiro, PIX e vale alimentação. Haverá limite de produto por consumidor conforme tabela abaixo. A ação é válida somente para o Apoio do bairro Horto.

“A carga tributária que incide sobre os alimentos é muito elevada. Neste Dia Livre de Impostos, os consumidores terão a oportunidade de entender o quanto os tributos elevam o valor dos alimentos e reduz o poder de compra”, afirma o presidente da Câmara de Dirigentes Lojistas de Belo Horizonte – CDL/BH, Marcelo de Souza e Silva. A entidade é a idealizadora do DLI juntamente com a CDL Jovem BH. 

Para Claiton Queiroz, gerente de marketing do Apoio Mineiro, a ação será uma ótima oportunidade para gerar visibilidade e aumentar o fluxo de consumidores no Apoio. “Muitos itens terão preços acessíveis, e nossos clientes poderão ter uma ótima experiência de compra. Para o Apoio Mineiro, a ação reforça o nosso objetivo, que é oferecer benefícios para o abastecimento de lares e negócios”, afirma Claiton.

De acordo com o último levantamento do Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos – DIEESE, em março deste ano, o valor médio da cesta básica em Belo Horizonte era de R$ 712,51, o que corresponde a 54,55% do salário mínimo atual – R$ 1.412. No mesmo período, quando o país já havia arrecadado mais de R$ 935 bilhões em tributos, o tempo médio necessário para adquirir os produtos da cesta básica foi de 108 horas e 26 minutos, índice maior que o de fevereiro, que foi de 107 horas e 38 minutos. 

Serviço

Dia Livre de Impostos 2024
Data: 6 de junho de 2024
Endereço: Apoio Mineiro do bairro Horto – Avenida Silviano Brandão , 3001, Belo Horizonte-MG. 
Mais informações e lojas participantes: https://dialivredeimpostos.org.br/

Com: Hipertexto Comunicação

Compartilhe nas suas redes sociais:

Lorena Cordeiro

Lorena Cordeiro

Jornalista e mestre em Comunicação pela Universidade Federal de Ouro Preto – UFOP. Repórter no Portal Bem Minas desde 2020 nas editorias Meio Ambiente, Mineração e Energias Renováveis.

Mais artigos de Lorena