Pesquisar

Cestas básicas para estudantes da rede municipal de BH já estão disponíveis para retirada; saiba como

O programa é voltado para os alunos da rede municipal de educação e das instituições parceiras que estão em situação de pobreza e extrema pobreza.
Cestas básicas para estudantes da rede municipal de BH já estão disponíveis para retirada; saiba como Foto: Débora Oliveira/PBH
Débora Oliveira/PBH

Para acessar o benefício, o responsável pela matrícula do estudante deve entrar no site da PBH, inserir o CPF e o primeiro nome do responsável pela matrícula e gerar um voucher indicando o ponto de retirada dos alimentos. É necessário apresentar o voucher ou o código do voucher e o documento de identificação do responsável pela matrícula do estudante no momento do recebimento da cesta. 

Ao todo, 23.234 famílias já emitiram o voucher para acessar o benefício, o que representa aproximadamente 58% do público-alvo. Se a família não puder comparecer na data e horário indicados, terá até o dia 31 de julho para retirar a cesta.

De acordo com a PBH, o programa visa principalmente garantir que essas famílias tenham acesso à alimentação, aliviando o impacto do aumento do custo das refeições feitas em casa durante o recesso escolar, período em que as crianças matriculadas deixam de receber até cinco refeições diárias nas escolas.

Confira o que vem na cesta 

Serão distribuídos dois tipos de cestas, que contêm os mesmos itens, mas com quantidades diferentes de alimentos, de acordo com o número de estudantes matriculados em cada família.

Cesta tipo 3 – famílias com até 2 estudantes

  • 1 pacote de açúcar – 2kg
  • 1 pacote de arroz – 5kg
  • 1 pacote de café – 500g
  • 1 lata de extrato de tomate – 350g
  • 1 pacote de farinha de mandioca – 1kg
  • 1 pacote de farinha de trigo – 1kg
  • 1 pacote de feijão carioca – 1kg
  • 1 pacote de feijão preto – 1kg
  • 1 pacote de fubá – 1kg
  • 2 pacote de leite em pó – 400g
  • 1 pacote de macarrão – 500g
  • 1 frasco de óleo – 900ml
  • 1 pacote de sal – 1kg
  • 1 lata de sardinha em conserva – 250g
  • Cesta tipo 4 – famílias com 3 ou mais estudantes
  • 1 pacote de açúcar – 2kg
  • 1 pacote de arroz – 5kg
  • 1 pacote de café – 500g
  • 1 lata de extrato de tomate – 350g
  • 1 pacote de farinha de mandioca – 1kg
  • 1 pacote de farinha de trigo – 1kg
  • 2 pacotes de feijão carioca – 1kg
  • 1 pacote de feijão preto – 1kg
  • 1 pacote de fubá – 1kg
  • 4 pacote de leite em pó – 400g
  • 2 pacotes de macarrão – 500g
  • 1 frasco de óleo – 900ml
  • 1 pacote de sal – 1kg
  • 1 lata de sardinha em conserva – 250g

Programa Cesta nas Férias

O Programa Cesta nas Férias foi criado pela Lei 8.427, de 13 de setembro de 2002, e regulamentado pelo decreto 18.556, de 12 de dezembro de 2023. Essa iniciativa faz parte do Plano de Enfrentamento da Insegurança Alimentar e da Fome em Belo Horizonte, que consiste em uma série de ações da gestão municipal, combinando estratégias emergenciais e a ampliação de serviços para atender a população em situação de vulnerabilidade social, pobreza, extrema pobreza e insegurança alimentar e nutricional residente na cidade. Durante o período de férias de final de ano, entre dezembro de 2023 e janeiro deste ano, foram distribuídas mais de 35,7 mil cestas de alimentos.

Para mais informações sobre o Programa Cesta nas Férias, as famílias de estudantes podem consultar o Portal PBH na página https://prefeitura.pbh.gov.br/smasac/cesta-nas-ferias ou entrar em contato com a Central de Atendimento pelo telefone 3277-8870, de segunda a sexta-feira, de 8h às 17h.

Compartilhe nas suas redes sociais:

Lorena Cordeiro

Lorena Cordeiro

Jornalista e mestre em Comunicação pela Universidade Federal de Ouro Preto – UFOP. Repórter no Portal Bem Minas desde 2020 nas editorias Meio Ambiente, Mineração e Energias Renováveis.

Mais artigos de Lorena