Pesquisar

5 de julho: Dia da Gastronomia Mineira

A data foi oficializada para destacar a importância da gastronomia como parte do patrimônio cultural e imaterial do estado.
5 de julho: Dia da Gastronomia Mineira
Governo de Minas/Divulgação

O Dia da Gastronomia Mineira, celebrado em 5 de julho, é uma homenagem à rica e diversa culinária de Minas Gerais. Esta data foi escolhida em referência ao nascimento de Eduardo Frieiro, autor do livro “Feijão, Angu e Couve”, que se dedica a explorar a cozinha mineira e suas tradições. 

O livro é uma referência essencial para quem deseja entender as origens e a evolução da cozinha de Minas Gerais. A data foi oficializada para destacar a importância da gastronomia como parte do patrimônio cultural e imaterial do estado.

O dia é uma oportunidade para celebrar e valorizar a cultura e as tradições culinárias de Minas Gerais, além de promover o turismo gastronômico no estado, atraindo visitantes interessados em experimentar os sabores únicos da região. Também é um momento importante para reconhecer e homenagear os cozinheiros, produtores e todos aqueles que mantêm vivas as tradições culinárias mineiras.

Conheça algumas curiosidades sobre a cozinha mineira:

Variedade de Pratos: A culinária mineira é conhecida por sua ampla variedade de pratos, muitos dos quais são preparados com ingredientes locais e técnicas tradicionais. Entre os mais famosos estão o pão de queijo, o feijão tropeiro, a vaca atolada, e o frango com quiabo.

Cozinha de Fogão a Lenha: Uma das marcas registradas da gastronomia mineira é o uso do fogão a lenha, que confere um sabor único e especial aos pratos. Muitas receitas tradicionais são preparadas de maneira lenta e cuidadosa, preservando o sabor autêntico dos ingredientes.

Queijos Artesanais: Minas Gerais é famosa por seus queijos artesanais, especialmente o queijo Minas. Produzido em várias regiões do estado, cada tipo de queijo possui características únicas, resultantes do clima, da alimentação do gado e das técnicas de produção.

Doces e Quitandas: Os doces mineiros, como o doce de leite, a goiabada e o pé de moleque, são conhecidos em todo o Brasil. As quitandas, que incluem biscoitos, bolos e pães, são preparadas seguindo receitas passadas de geração em geração, muitas vezes utilizando polvilho, fubá e outros ingredientes locais.

Cultura do Café: Minas Gerais é o maior produtor de café do Brasil, e o estado possui uma forte cultura cafeeira. O café mineiro é reconhecido por sua alta qualidade, e visitar uma fazenda de café é uma experiência única para os amantes da bebida.

O Dia da Gastronomia Mineira é mais do que uma simples comemoração; é uma celebração da identidade, da história e dos sabores mineiros.

Compartilhe nas suas redes sociais:

Lorena Cordeiro

Lorena Cordeiro

Jornalista e mestre em Comunicação pela Universidade Federal de Ouro Preto – UFOP. Repórter no Portal Bem Minas desde 2020 nas editorias Meio Ambiente, Mineração e Energias Renováveis.

Mais artigos de Lorena